Weby shortcut
UAELL

Apresentação

Atualizado em 19/11/14 09:34.

 

A Universidade Federal de Goiás (UGF), na década de oitenta, mais especificamente no ano de 1983, estabeleceu a política de interiorização do ensino, implantando Centros de Formação para aplicação de estágios das suas licenciaturas; a cidade de Catalão sediou um desse centros. Em 1986, a UFG realizou o primeiro vestibular para o Curso de Letras Português com locação em Catalão, configurando-se, a partir daí, o Campus Avançado de Catalão (CAC) da Universidade Federal de Goiás. Em 2014, com a implantação do novo estatuto da UFG visando proporcionar maior autonomia aos campi fora de Goiânia, o Campus Avançado de Catalão foi transformado em Regional Catalão.

Até 2008 o Curso de Letras oferecia o Curso de Licenciatura Plena em Letras com Habilitação em Português. Em 2009, o Curso de Letras implementou o Curso de Licenciatura Plena em Letras com Habilitação em Português e Inglês, tornando-se Departamento de Letras. Com a implantação do novo estatuto o Departamento de Letras se configura atualmente como Unidade Acadêmica Especial de Letras e Linguística (UAELL). 

O histórico esforço dos professores para manter os Cursos de Letras no CAC/UFG como uma oportunidade única de formação - fora da capital Goiânia - para profissionais do ensino e da pesquisa na área ratifica-se em dados consideráveis, tais que: no ano de 2010, o Curso de Letras do CAC formou a sua vigésima primeira turma de licenciatura, no período noturno, e a sexta turma matutina. tem, ao longo de mais de duas décadas de existência, titulado aproximadamente mil alunos.

Na história do Departamento, consta, ainda, o curso de "Especialização em Letras - leitura e ensino" que já titulou sessenta alunos e contou, na sua terceira turma, com 26 alunos regularmente matriculados. E em 2010, o Departamento de Letras formalizou a proposta de criação do Programa de Pós-graduação stricto sensu, denominado Mestrado em Estudos da Linguagem, cuja aprovação pela CAPES permitiu o início das atividades no segundo semestre de 2011. Em 2014 o Programa de Mestrado em Estudos da Linguagem (PMEL) já se encontra em sua quarta turma, tendo formado Mestres que hoje se encontram em Programas de Doutorado em diversas universidades como UFU, UNESP e UERJ.

O empenho do Departamento de Letras se traduziu, também, na criação de um periódico científico, Linguagem: Estudos e Pesquisas, cuja publicação se iniciou em maio de 1997 e, ininterruptamente, vem divulgando pesquisas desenvolvidas por estudiosos do UAELL e de outras instituições do Ensino Superior do Brasil. 

Na esfera da Extensão, o Centro de Línguas, vinculado ao UAELL, vem há 15 anos se colocando como o maior projeto de Extensão da Regional Catalão, contando com a média semestral de 600 alunos pertencentes tanto a comunidade acadêmica, formada por alunos, técnicos e professores, quanto a comunidade externa. Constituído como um laboratório de ensino para os graduandos do curso de Português e Inglês e do curso de Português, o CL oferta sete cursos livres de idioma nas modalidades de Inglês, Inglês Instrumental, Francês, Espanhol, Alemão, LIBRAS e Português. Além dos cursos de línguas, desde 2010 o CL também é responsável pela elaboração, aplicação e correção do ESUF - Exame de Suficiência em Língua Estrangeira, visando certificar pessoas da comunidade externa e interna interessados nos Programas de Pós-Graduação da UFG e de outras Instituições de Ensino Superior. A partir de 2014, como resposta ao programa do governo federal "Inglês sem Fronteiras" o Centro de Línguas da Regional catalão também se tornou um dos Centros Aplicadores do TOEFL, exame necessário para quem deseja concorrer a umas das bolsas no exterior.  

A Unidade Acadêmica Especial de Letras e Linguística tem possibilitado a seus alunos desenvolver sua capacidade intelectiva e criativa por meio da linguagem, considerada nas suas múltiplas funções, apreendida na diversidade das línguas e na produção literária. O estudo da linguagem, considerado eixo epistemológico, configura-se como o núcleo que perpassa seus dois cursos, tanto em sua parte comum como na diversificada. O gosto pela leitura, pelo estudo da linguagem nos seus diversos aspectos, a sensibilidade para a percepção estética e a capacidade para a análise crítica são elementos que devem constituir o perfil do futuro profissional de Letras formado pela Unidade Acadêmica Especial de Letras e Linguística da Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão.

Listar Todas Voltar