Weby shortcut
UAELL

Literatura

Atualizado em 20/11/14 19:57.

 

Veja abaixo as publicações dos docentes da Unidade Acadêmica Especial de Letras e Linguística da Regional Catalão no campo da ficção e da poesia. 

 

 

 

CARDOSO, João Batista. Uma cruz no sertão: história e mito em Canudos. Goiânia: Editora América. (Romance).

Uma cruz no sertão

A presente obra resultou de pesquisa realizada na Universidade de Brasília, sob a orientação do Prof. Dr. Henryk Siewierski, a quem agradeço, pois o amparo de sua presença e ajuda persistente foi imprescindível para a conclusão do trabalho que ora vem ao lume. Ao aplicar a teoria de White às obras Os sertões e A guerra do fim do mundo, respectivamente, de Euclides da Cunha e Vargas Llosa constatou-se que ela responde positivamente à análise do texto literário, transcendendo seus limites primeiros de aplicação que seria o texto historiográfico. Essas obras apresentam caráter híbrido entre o elemento sociológico e o literário que caracterizam a tradição literária latino-americana desde o final do século XIX. As obras analisadas carreiam um viés nacionalista e ensejam uma análise crítica de um aspecto da realidade brasileira, articulando a concretude dos eventos relatados à imaginação.

 

 

CARDOSO, João Batista. No compasso da carne. Goiânia: Editora América. (Romance).

No compasso da carne    

Quando chegaram ao rio, sentindo que havia ultrapassado a cerca que construíra a duras penas ao longo de sua vida, ficou por uns instantes a olhar as ondas; por um momento quis voltar para casa, adiar o banho para outro dia. Resolveu ficar. A momentânea vontade de voltar foi sua última reação ante as forças existenciais que seriam desencadeadas às margens daquele rio. Tiraram as roupas e pularam na água, nadaram e brincaram; exaustos, sentaram-se na areia. Estavam nus, eram amigos e se conheciam. Olhavam-se de soslaio, examinando-se em silêncio. André sentia o desejo crescer a cada minuto. Márcio respirava ofegantemente. André pulou na água para esconder uma ereção que não conseguia controlar. Márcio virou as costas fingindo, de cócoras, brincar com a areia molhada. André pôde, de longe, examiná-lo melhor. 

 

CARDOSO, João Batista. Um médico em chamas. Goiânia: Editora PUC. (Romance).

Um médico em chamas

 

 

 

 

 

 

COELHO, Braz José. A Obrigação da Inquietude. Catalão: Kaio Gráfico e Editora Ltda, 2010. 108 p.

   

Obra premiada pelo Programa Catalão em Prosa e Verso, instituído pela Prefeitura Municipal de Catalão, Decreto no. 1979, de 30 de abril de 2008, em sua 3ª. Edição (2010). Trata-se de um livro de poesia contendo 70 poemas. 

  

  

 

COELHO, Braz José. Rastros e Trilhas. Catalão: Kaio Gráfica e Editora Ltda, 2009. 208 p.

 

Obra premiada pelo Programa Catalão em Prosa e Verso, instituído pela Prefeitura Municipal de Catalão, Decreto no. 1979, de 30 de abril de 2008, em sua 2ª. Edição (2009). O livro contém oito contos. As estórias e os seus personagens vivem situações dramáticas que a luta pela terra, no final dos anos 50, desencadeou. Em alguns contos as questões ocorridas na região de Trombas e o milenarismo propenso a um socialismo místico de Santa Dica são apresentados.

 

 

  

COELHO, Braz José. Uma intenção de poesia. Goiânia: Trilhas Urbanas, 2005. 129 p.


Trata-se de um livro de poesia contendo 61 poemas.

 

  

 


    

 

COELHO, Braz José. Um homem e sua família. Goiânia: Editora Kelps, 1997. 100 p. 

 

Menção honrosa no Concurso José Décio Filho, em 1990 na categoria de ficção. Novela: a história de um homem e sua família – mulher e três filhos – vindo para a cidade na leva do êxodo rural ocorrido no final da década de 50. Seus esforços desesperados para conseguir um emprego e o problema da ambientação em um mundo que lhes é estranho e adverso constituem a trama da narrativa.

 

  

 

COELHO, Braz José. Os cães e a rede. Goiânia: Ed. Cultura Goiana. 8. ed., 1986, 94 p.

 

O livro contém 5 contos e foi selecionado pela Comissão do Vestibular da UFG como leitura obrigatória aos vestibulandos de 1986 e 1987. No Prefácio à quarta edição, o escritor Heleno Godoy comenta: “Em todos os cinco contos que constituem o livro, alguém “caminha” sua vida por uma estrada, passa por uma mudança, sai de uma situação e enfrenta outra, casos em que sempre configura uma frustração: seja o furto intencionado e não concretizado do primeiro conto; seja a nova vida a que se vê atirada a mulher cujo marido sofreu derrame cerebral no segundo ponto; seja a queda do suicida no conto que dá título ao livro; seja a meditação que faz o neto sobre a vida do avô e de seu pai e sua própria no quarto conto; seja na caminhada de Mulher na Estrada, o último conto, aquele no qual o símbolo é o mais evidente.”

    

 

COELHO, Braz José. Peonagem e Cabroeira. Goiânia: Edição do Departamento Estadual de Cultura, 1971. 175 p.


O livro contém 12 contos e foi distinguido com o prêmio de publicação de obras de ficção do Concurso Anual promovido pelo Departamento Estadual de Cultura, da Secretaria de Educação e Cultura de Goiás. No Prefácio, o escritor Miguel Jorge comenta: “seu livro é um livro escrito tanto do lado da razão como da emoção. Braz tem o que contar. Sua experiência adquirida em exercícios do dia-a-dia, ao lado do pai, quando ainda não passava de um adolescente. Sua vida envolvida no Bairro da Rua-da-Grota, aprendendo os mistérios das charqueadas. Na verdade, os temas de BJC estão ligados à cidade de Catalão, e mais precisamente ao bairro de operários que viviam entre o cheiro do curtume e das duas charqueadas, e dele se impregnaram. Então os leitores irão tomar conhecimento de um mundo agressivo, às vezes místico, mas sobretudo humano.”

 

 

  

 FILHO, Ulysses Rocha. Contos desbotados. 1. ed. Catalão: Kaio Gráfica e Editora Ltda, 2011.

 

 

Livro publicado em 2011, de 22 contos datados desde a década de '90 até a presente data. Intertextualização e predomínio atemporal.

   

 

 

FILHO, Ulysses Rocha. Fios desencapados. 1. ed. Catalão: Kaio Gráfica e Editora Ltda, 2009.

 

 

Livro publicado em 2009, contendo mais de cinquenta (50) poemas esparsos sem determinada classificação. Predomínio do erótico e do exercício da metalinguagem.

 

 

    

 

Listar Todas Voltar